Cristina Amaro
Está a ler

Volta sempre onde és feliz

3
Slow life

Volta sempre onde és feliz

Volta sempre onde és feliz

Por Cristina Amaro

Volta sempre onde és feliz. Em especial, volta sempre aos braços de quem te quer bem e contribui para seres feliz. Foi isso que senti estar a fazer ao regressar à consulta da Dra Joana Santos, a responsável clínica do Longevity Health&Wellness.

Não pudemos dar o abraço “físico” que tanto nos apetecia, nem tirar a máscara durante toda a consulta, mas os nossos olhos deixaram transparecer a emoção de um encontro especial, já que foi com a “minha Joana” que iniciei o processo de recuperação de Burnout, em Março de 2019.

Os tempos que vivemos não me deixaram vir antes ao seu encontro para lhe dizer o quanto me sinto bem, mas na primeira oportunidade aqui estava eu…desta vez, num lugar diferente, em Alvor.

Foi uma passagem curta, apenas para iniciar o desligar dos motores já que vou de férias nos próximos dias. Valeu a pena voltar a conversar com uma das pessoas que, desde o primeiro encontro, se tornou especial na minha vida. Ontem disse-lhe o quanto contribuiu para a minha recuperação. E é para as duas uma vitória!

Volta sempre onde és feliz

Confidenciei que me sinto melhor do que nunca e que este burnout me fez tornar ainda mais capacitada. Percebi que pode efetivamente acontecer e que sorte tive de ser “só” assim…

De um estado de exaustão, em que o corpo simplesmente cede, podem acontecer duas coisas: ou cedemos, sem recuperação, ou tomamos consciência do estado físico e emocional e provocamos as mudanças necessárias para que haja uma inversão. Tive a sorte de ter condições para encontrar esse caminho e foi na altura no Vilalara (também um lugar tão especial para mim) com a equipa do Longevity que fiz essa paragem total para cuidar de mim.

Foi a Dra Joana Santos que, sentada na sua secretária do consultório, me olhou nos olhos e me perguntou se eu tinha consciência de estar em burnout. Foi com ela que as lágrimas me saltaram dos olhos e a ela que perguntei, sem rodeios, o que faria se estivesse sentada onde eu estava naquele momento.

Volta sempre onde és feliz
Volta sempre onde és feliz

A resposta foi evidente e, posteriormente, seguida à risca. Parei 6 semanas. Grande parte delas acompanhada por estas pessoas que hoje volto a encontrar e a quem fico a dever os abraços apetecidos. Eles são a prova de que existem em Portugal todas as condições para quem precisa de cuidar de si, sem ter de viajar para longe e levar o corpo a um extremo ainda maior.

O Algarve tem muito de especial. Pelo clima mas também pelas pessoas. E ao Longevity (sem esquecer o Vilalara) irei sempre fazer declarações de amor por me ter ajudado a recuperar de um momento tão difícil. Em especial, à Sofia Gouveia, diretora, que vive e respira esta marca como poucos responsáveis hoteleiros o fazem. Também a ela se deve o que já é hoje o novo Longevity, em Alvor. Acabado de abrir e seguramente em progressão continua.

Volta sempre onde és feliz

É de louvar a coragem de investir nos tempos que vivemos. É de enaltecer a força de vontade que se tem para vencer as batalhas que nos apanham de surpresa. Por tudo isto, posso deixar de registar o meu obrigada a toda a equipa. Um lugar onde voltei a ser feliz, mesmo numa passagem rápida e com trabalho à mistura.

Não deixem de ver a emissão do Imagens de Marca, na SIC Notícias, este fim de semana. E passem os olhos pelas fotos dos melhores momentos que vivi por estes quase 3 dias que por aqui passei.

Foi corrido mas soube muito bem. Um lugar onde seguramente irei voltar sempre que precisar de encontrar o meu equilíbrio.

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!