Cristina Amaro
Está a ler

Uma carta às marcas

0
As marcas

Uma carta às marcas

Uma carta às marcas

Por Cristina Amaro

As marcas são como pessoas. São geridas por pessoas. Falam para as pessoas. Devem agir como pessoas. Digo isto muitas vezes. Faço isto todos os dias com as minhas marcas. E acho mesmo que se as marcas forem geridas como pessoas são mais humanas.

Este é o momento de o fazerem. Este é o momento de vestirem os vossos fatos de solidariedade e de darem a mão ao vosso consumidor. É deles que vocês dependem. É com eles que devem estar em momentos difíceis como este que estamos a viver.

Não é altura de querer vender. É altura de mostrar que são solidárias. Que quem lhes permite a sua existência, sustentabilidade, existência no tempo e sucesso pode, neste momento, contar convosco. Não ofereçam preços baixos nem mais e melhores serviços. Ofereçam AMOR.

Digam simplesmente que estão aqui. Mas digam. Não se calem. Deixem mensagens de encorajamento, esperança e tranquilidade. Não se escondam no silêncio como se nada de grave estivesse a acontecer nas vidas de todos nós.

Digam que estão a fazer a vossa parte. Mas façam mesmo a vossa parte. Devolvam à sociedade o que a sociedade vos tem dado. Ajudem a sociedade (que é o vosso consumidor) a proteger-se, entregando saúde. A desenvolver-se, não despedindo ninguém das suas equipas. A ajudar o próximo, com gestos de solidariedade. Há tantas causas para apoiar e tantas possibilidades de fazer donativos para que os projetos que ajudem a comunidade sejam uma realidade. Há tantas coisas que se podem fazer num momento em que todos os corações estão apertados. Num momento em que as pessoas estão angustiadas com o seu futuro, que não sabem o dia de amanhã. E acreditem que ninguém sabe mesmo!

Esta pandemia da COVID 19, que entrou como um furacão nas nossas vidas e as transformou da noite para o dia, é uma oportunidade para as marcas pensarem no seu propósito de vida. Tal como acontece às pessoas. É altura de parar para pensar na sua existência, na sua relevância no mercado, na forma como comunicam com ele. O que apoiam e que retorno têm. Onde e como devem estar.

As marcas têm num momento destes uma oportunidade de ouro para fortalecerem a relação com o seu consumidor e para conquistar novos para o futuro. Depende do que dizem hoje, de como agem.

Por isso, marcas, por favor não se calem! Abram o vosso coração e toquem as emoções de quem neste momento só pede paz, segurança, confiança e solidariedade. E isso faz-se apenas sendo genuíno. Abrindo o coração.

Eu, apaixonada que sou pelo vosso mundo, estou aqui para o que puder ajudar em todos os meus projetos. Para informar, para ser relevante. Para ajudar a comunidade, com a Empower Brands Community. Para melhorar conhecimento, com a Academia . Ou com formatos tailor made no nosso novo canal do Youtube, o Empower Brands Channel. E ainda com a C4B, o braço de produção de conteúdos corporativos & Branded Contents, liderado não por mim mas pela nossa Direção Executiva e de Produção.

Existimos para vocês e por vocês. Mas, por favor, sejam humanas e coloquem na voz e nos gestos das vossas marcas o que vocês, pessoas, diriam e fariam aos vossos amigos e familiares. Por vezes, a simplicidade da vida é mesmo o melhor.

Leiam mais sobre este assunto no site do Imagens de Marca: https://www.imagensdemarca.pt/artigo/3-correntes-que-estao-a-mudar-a-sociedade-e-a-economia/

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!