Cristina Amaro
Está a ler

Sente-se desmotivado? Talvez esta seja a razão…

4
As pessoas

Sente-se desmotivado? Talvez esta seja a razão…

Sente-se Desmotivado? Talvez Esta Seja a Razão…

Por César Ferreira

Estudos indicam que a maior causa do insucesso na aprendizagem tem que ver com a questão da motivação. Esta é uma evidência facilmente detetável, pois sabemos que quanto mais motivados estamos para uma coisa mais os resultados que pretendemos são possíveis. Mas como podemos nos motivar quando estamos perante algo que pouco ou nada nos diz? A resposta está no mindset ou, como gosto de afirmar, na forma como a nossa mente está programada.

Mindset pode ser definido como a configuração da nossa mente. Esta configuração posiciona-nos perante os nossos ambientes interno e externo. Assim, quanto mais nos moldamos mentalmente para determinado resultado, mais tendemos a nos sentirmos impulsionados para executar o necessário para que esse resultado se concretize.

Como desenvolver um mindset ideal para a aprendizagem

A aprendizagem é a forma como adquirimos e aplicamos conhecimento sobre determinada situação para que tenhamos um determinado resultado. A aprendizagem é um meio, não um fim. E embora possa haver pessoas, tal como eu, que adoram aprender, a verdade é que a aprendizagem é apenas a ponte que liga dois pontos. O antes e o depois do processo de aprendizagem. No primeiro ponto temos a necessidade, no segundo o resultado e o feedback.

O mindset ideal desenvolve-se através da nossa perspetiva em relação aos objetivos que temos e ao mundo em si. Carol S. Dweck, uma das estudiosas mais reconhecidas no estudo do mindset, afirma no seu livro “Mindset: a atitude mental para o sucesso” que “o mindset mostra o nosso modo otimista ou pessimista de ver diversas situações da vida e de como agimos perante as mesmas”.

Desenvolver um mindset ideal é posicionarmo-nos no mundo adotando uma perspetiva positiva face aos objetivos que definimos e às adversidades que temos.

Muitas vezes, no trabalho que realizo com estudantes universitários com dificuldades em se sentirem motivados em determinada disciplina, realizo a “sequência” das quatro perguntas:

  1. É importante para si concluir o curso?
  2. O que vai ganhar em concluir o curso?
  3. Se vai ganhar o que afirma, acha que esta disciplina é importante ou não para concluir o curso?
  4. Considera então vantajoso ver esta disciplina como algo de temporário e que vai contribuir muito para concluir o curso?

A intenção aqui é fazer com que o estudante mantenha a “chama acesa” para o resultado (mantendo a atenção na recompensa) e que cultive uma atitude positiva para fazer frente às contrariedades.

A motivação é uma das consequências da forma como encaramos o mundo. Mais depressa estamos aptos para algo quando desenvolvemos e mantemos uma perspetiva positiva acerca das coisas.

Jamais devemos dissociar o mindset da aprendizagem.

Se pretende cultivar o mindset ideal para a aprendizagem (e para qualquer outra coisa), talvez queira considerar os sete pontos que se seguem:

1. Mantenha uma perspetiva positiva no dia-a-dia

Alimente a sua mente com pensamentos positivos. Tente ver sempre o ponto positivo, mesmo que, à partida, não o encontre.

2. Incuta hábitos saudáveis

Os hábitos ajudam a que a mente se mantenha focada e concentrada.

3. Defina objetivos com os quais esteja verdadeiramente comprometido

Comprometa-se com algo que queira realmente e que seja, de alguma forma, uma recompensa. Opte por dar passos pequenos em vez de querer fazer tudo de uma só vez.

4. Previna as dificuldades que possa vir a sentir

Planear como agir perante as dificuldades é a melhor estratégia para lidar com as mesmas se estas aparecerem.

5. Encare as adversidades como oportunidades de melhoria

Foque a sua atenção no que pode aprender com a contrariedade. O erro não o define, mas ajuda-o a ser melhor. “Não existe fracasso, apenas derrota temporária” (Napoleon Hill).

6. Equacione a melhor maneira de fazer qualquer coisa antes de a fazer

Antes de iniciar um processo de aprendizagem averigue a melhor maneira de o fazer. Posicione-se e prepare-se antes. Tudo correrá melhor.

7. Opte pela flexibilidade e pela mente de principiante

É importante que a sua atitude perante as coisas seja flexível. Tente não ver as coisas só através de um ponto de vista. Mantenha a sua mente aberta a novas soluções e a outros modos de fazer as coisas. Deixe-se surpreender e treine uma atitude aberta à novidade.

Mindset A Atitude Mental Para o Sucesso

Se está desmotivado tente aperceber-se se tal não é somente um reflexo do seu mindset. Há certamente muitos fatores que podem estar na origem. Contudo, quanto mais trabalhar o mindset mais e melhor preparado estará para concretizar o que ambiciona.

Quer seja na aprendizagem ou noutra questão qualquer, o nosso mindset define a forma como estamos no mundo e os resultados que atingimos.

Sugiro a leitura do livro, já mencionado neste texto, “Mindset: a atitude mental para o sucesso” de Carol S. Dweck. Certamente irá ganhar uma maior consciência de como o seu mindset atual está na origem das suas conquistas e de como o pode aperfeiçoar para que concretize mais e melhor.

Desejo-lhe momentos inspiradores.

Boas Leituras,

César Ferreira

César Ferreira

Mentor para a Aprendizagem, Mentor de Autor e Biblioterapeuta

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!