Cristina Amaro
Está a ler

Podia ser mais uma de tantas VIAGENS… mas não era!

0
As marcas

Podia ser mais uma de tantas VIAGENS… mas não era!

Câmaras, tripés, perches e tantos outros acessórios que enchem as nossas malas de viagem, lá estavam, como sempre! Uma equipa em Lisboa, uma equipa no Porto e outra já à nossa espera em Paris. Éramos muitos para conseguir acompanhar as emoções de 90 famílias portuguesas que ganharam a oportunidade de viver a experiência da Disneyland Paris. Não foi um prémio qualquer. Para a maioria destes portugueses, o Minipreço proporcionou a viagem de uma vida, o sonho impossível, a primeira vez a bordo de um avião, uma estreia fora das fronteiras nacionais para conhecer um pouco de mundo.

Chegámos ao aeroporto bem cedinho – por volta das 3h30 da manhã. Um balcão com a imagem da marca assegurava que todos estavam presentes e dava as mais detalhadas explicações sobre a viagem. A fila para o check-in era cada vez maior. O sono que persistia nos rostos dos mais adultos era sacudido pela excitação e pelas traquinices dos mais pequenos. Faziam do chão do aeroporto palco de correrias, saltos e pulos. Carregavam as pequenas mochilas com o amigo de peluche inseparável e transbordavam de curiosidade, soltando as perguntas que a imaginação ia fabricando sobre o que iriam encontrar na tal “terra dos sonhos” onde habitam as suas personagens preferidas. – “Vamos tirar uma fotografia com as princesas!” – diziam as meninas. – “Eu quero ir ao parque dos filmes ver o ‘Star Wars’”! – avisavam os rapazes. Um avião cheio. Cheio de entusiasmo e de expectativas! Cerca de 90 famílias às quais se juntaram convidados especiais, um grupo de jornalistas e todo o staff necessário da agência de viagens, do Minipreço e da comunicação e ativação da marca, que garantiram o acolhimento dos vencedores da campanha no parque da Disney, em Paris. Os portugueses anónimos premiados foram a maioria e foi no seu bem-estar que a marca se focou desde o início de toda a aventura. É normal que, num investimento desta dimensão, a marca tenha preocupações em amplificar a sua comunicação e daí a presença de meia dúzia de figuras públicas e da imprensa. A verdade é que ali se sentia essencialmente o impacto que uma marca pode ter na vida de alguém verdadeiramente real.

No reino das princesas e dos príncipes portugueses

Não são VIPs. Não são influenciadores. São os portugueses. São os consumidores que entram todos os dias nas lojas. Desta vez, eles eram mesmo as estrelas! Não foi publicidade enganosa! – diziam aqui e ali. O Minipreço fez mesmo a magia acontecer. Quanto terá investido? Observando aquelas centenas de pais, mães, avós, crianças… diria que foi pouco, comparado com o que vai ficar de memórias, de momentos felizes, de fantasias realizadas naqueles corações. Ninguém me contou. Eu estava lá e testemunhei. Testemunhei o caso da Susana, uma enfermeira, mãe divorciada, que fez questão de levar, além da filha de 11 anos, duas sobrinhas muito carenciadas que de outra forma nunca teriam acesso a esta aventura inesquecível. É que a viagem dava para quatro pessoas à escolha do vencedor. Ouvi a história da Maria Abreu que, também divorciada, partiu para Paris com os dois filhos adolescentes e o ex-marido porque esta era uma viagem que tinham planeado fazer há muito e por motivos financeiros nunca se tinha concretizado… E vivi de perto como foi toda a experiência da família Vacas Cabanejo, desde que saiu de Alcácer do Sal até regressar a Lisboa. Uau! Posso dizer que foi a minha querida família emprestada durante três dias!

É preciso acreditar! Os sonhos podem transformar-se em realidade!

Para mim, que faço tantas viagens em trabalho, esta partida teve uma emoção muito especial… Não é todos os dias que vemos estes momentos tornarem-se realidade, assim com tanta gente de tantos lugares do País. Vieram mesmo de norte a sul, com uma luz encantada nos olhos. Há aqui uma magia que não se explica e que inevitavelmente nos entra no espírito. Tive o privilégio de fazer parte desta megaoperação de cobertura do evento ao lado das várias equipas que a minha empresa, a I’M in Motion, colocou no terreno. A nossa missão foi a de captar as verdadeiras emoções das famílias portuguesas que ganharam este prémio. Na impossibilidade de percorrer diariamente os caminhos de 90 famílias, procurámos identificar alguns exemplos, que também estariam disponíveis para levar atrás de si uma equipa de filmagem a tempo inteiro. Não é fácil! Embora a nossa presença tivesse sido combinada para não incomodar a experiência, a verdade é que se perde sempre alguma privacidade. Obrigada, Rita, Paulo, Pilar e Clarinha pela vossa paciência e a vossa inesgotável simpatia.

Uma grande família onde cabem várias famílias que foram nossas por alguns dias!

E, de repente, já andávamos a olhar uns pelos outros no meio da multidão para que nenhum elemento da família se perdesse naquela excitação toda de andar de atração em atração, de parada em parada, de encontro em encontro com as personagens do universo da Disney mais admiradas pelas crianças. Já combinávamos almoços juntos e dançávamos por impulso no meio das ruas encantadas ao som das músicas dos filmes que todos temos tão presentes na memória de infância. A timidez do primeiro dia dava já lugar às brincadeiras com as câmaras e os microfones. Foram momentos de muita cumplicidade que só ajudaram a trazer à tona os sentimentos mais genuínos. Para Rita e Paulo, esta foi sem dúvida uma viagem maravilhosa e espetacular. “Nunca imaginámos que, ao sair de Lisboa e chegados a Paris, o hotel à nossa espera seria tão bom, e dentro do parque teríamos as refeições todas pagas e entrada livre em todas as diversões que quiséssemos experimentar. Foi uma campanha que superou as nossas expectativas e posso dizer que o Minipreço foi incansável a tornar este momento inesquecível”, confessou Rita, quando lhe perguntei como descrevia esta experiência. Para a família Vacas Cabanejo, foi a prova de que estes prémios não acontecem só aos outros e de que o seu lema “vale sempre a pena acreditar” se confirmou! Ninguém me contou… eu estava lá, vi e gravei. Vivi e emocionei-me. Como a “minha” família emprestada, tenho a certeza de que todas as outras tiveram o mesmo tratamento, as mesmas facilidades, a mesma oportunidade de se divertir e de explorar o mundo dos sonhos. Foi sem dúvida uma viagem diferente. Trago as imagens, as memórias e novos amigos. Walt Disney dizia que o seu negócio era para fazer pessoas felizes, neste caso, atrevo-me a dizer que foi o Minipreço que quis que o seu negócio fizesse também centenas de portugueses felizes!

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!