Cristina Amaro
Está a ler

Pela vossa saúde física e mental, levem-se mais vezes a jantar fora

0
A vida

Pela vossa saúde física e mental, levem-se mais vezes a jantar fora

Saúde física e mental

Por Cristina Amaro

“Hoje vou levar-me a jantar fora”. Há dias escrevi esta frase num story do Instagram. Fiquei a pensar nela e na diferença entre estarmos sós e estarmos connosco. Procuro fazer isso com frequência porque, na verdade, estarmos connosco é muito importante para a nossa auto-estima.

A diferença entre um estado e outro é tão somente a plenitude. A sensação de conforto e desconforto. De cheio e vazio. A solidão mata, a auto-companhia alimenta. Regenera. Cuida.

Não sei se esta sensação é fruto da idade e da maturidade que ela traz mas sei que a forma como me sinto é totalmente diferente. Antes ficava triste, sentia sempre que me faltava uma parte. Agora sinto tranquilidade e paz interior.

Ter tempo para nós é importante para nos cuidarmos. Para nos sentirmos. Para nos apreciarmos, É mesmo isso: apreciarmo-nos aumenta o amor próprio e nada há de mais importante na vida do que nos amarmos a nós próprios. Primeiro e sempre.

A vida é um desafio constante. É uma exigência permanente. Usamos e abusamos do nosso corpo e da nossa mente. Dormimos pouco. Trabalhamos muito. Levamos ao extremo esta cápsula onde vive a nossa alma e não damos muito espaço para nos ouvirmos. A cápsula onde vivemos precisa que cuidemos dela. Que saibamos interpretar os sinais de cansaço, a energia que pode precisar de ser reposta, os sentimentos e as emoções. Tudo isso vai ficando para trás até que um dia o corpo cede…

Quando me afasto uns dias e fico só comigo consigo recuperar o sono, o meu equilíbrio.

Falava na consulta de regresso ao Longevity com a Dra. Joana Santos sobre esta correria que é a nossa vida e de como isso nos afasta das coisas que mais gostamos e nos transforma em pessoas piores. Menos tolerantes. Menos doces. Menos sorridentes.

O trabalho é fantástico e faz-nos bem. Ainda mais quando gostamos do que fazemos. Mas com ele vêm tantas e tamanhas responsabilidades que, muitas vezes, já nem o prazer de fazer o que gostamos sentimos. Vivemos atolados na pressão. E esquecemo-nos de nos levar a jantar.

Façam isso mais vezes. Agarrem em vocês mesmos e levem-se a jantar. Cuidem de vocês. Sorriam para vocês próprios. Porque, por vezes, só precisamos de nos lembrar que a vida pode perfeitamente ir ao nosso ritmo e não àquele que nos é imposto por ela.

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram