Cristina Amaro
Está a ler

O maior bem do amor é a verdade

4
A vida

O maior bem do amor é a verdade

O maior bem do amor é a verdade

Por Cristina Amaro

Apeteceu-me escrever sobre Amor. Levada seguramente pelos 9 anos de casamento que assinalei na semana passada na agenda da vida pessoal e que me apeteceu partilhar na vida pública.
E não para dizer que tudo é cor-de-rosa na nossa vida mas sim para dizer a verdade: que numa carta fechada, como a minha avó dizia ser uma relação a dois, há momentos bons e maus. Momentos que questionamos muita coisa e outros que celebramos muitas outras. 
Nunca fui de relações perfeitas. Aprendi a perceber que essa palavra só existe no dicionário. Mas não no dicionário do amor. O amor é cheio de imperfeições. De desafios que se esperam ser superados a dois. Com comunicação, coração aberto, respeito e verdade. Sempre a verdade. 
Tive vontade de escreve sobre amor e de publicar este post porque hoje, na vida das redes sociais, há tanta verdade escondida atrás de posts cor de rosa que gritam por uma verdade que não existe. E é importante não nos esquecermos que a vida real não é feita disso. Tem outras cores. E o amor também. Nem sempre é cor de rosa, nem sequer vermelho da cor do coração. Ganha outros tons, fica mais cinzento, perde o brilho e a luz e torna-se difícil de nos encantar. Mas faz parte. Porque na vida real também existem dias assim, cinzentos, nublados, tristes.
O maior bem do amor é a verdade. Porque, aos meus olhos, é ela que me traz paz e, talvez por ter uma vida tão cheia, preciso de paz. Nos momentos difíceis é importante termos a coragem de dizer a verdade. E de a ouvir também. Mesmo que não gostemos. Mesmo que nos doa. Sinto ser ela um dos segredos da longevidade de um amor. Que muda, que ganha novas formas, que se adapta ao tempo e aos tempos.
O amor muda. É como a vida. Cresce. Amadurece. Como nós. Tem dias bons e menos bons. Mas traz a paz da verdade. 
Amor é tantas coisas para além de uma paixão. E tão melhor no tempo que a loucura da paixão. A maturidade deixa-nos ver outras coisas. Ajuda-nos a saborear outros momentos, a sentir outros sentimentos. Não julguemos que ele é igual a vida toda. Deixemos antes que ele se molde e nós a ele. Com o brilho de uns momentos e a sombra de outros. 
Amor é, acima de tudo, sorrir por dentro. Para nós. 

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!