Cristina Amaro
Está a ler

O amor não significa sermos iguais

6
A vida

O amor não significa sermos iguais

O amor não significa sermos iguais

Por Cristina Amaro

Dizem que de 7 em 7 anos os casamentos têm crises. Mas também dizem que o 7 é o número da perfeição. E do descanso. Certo é que 7 é o número de dias da semana, das cores do arco íris e também dos ciclos da lua. Represente o que representar o número 7, foram 7 os anos de casamento que completei no dia 22 de setembro.

7 anos de vida em comum. 7 anos de bons e menos bons momentos. 7 anos de união que por vezes custa a encaixar nas vidas de duas pessoas com fortes personalidades e objetivos bem definidos. Que sabem o que querem e que querem sempre o melhor.

Ninguém disse que é fácil uma relação a dois. Há que haver adaptações e, num mundo profissional de constante exigência, isso é ainda mais difícil. Mas faz-se. Quando se quer. Quando se pondera os prós e os contras. Quando se deixa o coração falar. Ser apenas ele a comandar. Sem egos. Sem orgulhos. Com amizade, companheirismo, respeito e sempre com Comunicação. Para mim um dos segredos mais fortes de uma relação. Quando se comunica, quando se fala abertamente sobre o que gostamos mais e o que gostamos menos, quando se conversa com tranquilidade sobre o que vai na alma, tudo se torna mais claro. Seja para reforçar a união ou para separar de vez as diferenças.

O amor não significa sermos iguais. Significa sermos companheiros. Estarmos juntos. Ultrapassarmos de mãos dadas os obstáculos e caminharmos juntos todos os dias.

7 anos de um segundo casamento para os dois. Quando os dois queremos que sejam mais 7, e mais 7 e mais 7. Que o futuro nos dê tudo o que precisamos para podermos fazer do nosso casamento um ciclo longo de perfeição. Mesmo quando somos imperfeitos. Mas isso faz parte do amor….

O amor não significa sermos iguais

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!