Cristina Amaro
Está a ler

No coração da OLÁ

0
As marcas

No coração da OLÁ

Não consegui esconder a lágrima que teimava em saltar quando vi o Sr.Manuel Barosa dirigir-se ao palco do salão preto e prata do Casino do Estoril. Ele, lentamente e apoiado na sua bengala, lá ia, seguramente feliz, receber uma das homenagens que se entregavam na sala de cerimónias que de tarde foi de reunião e de noite de celebração.

Passaram 60 anos. 60 anos sobre o nascimento de uma das marcas que mais mexe com o coração dos portugueses. O Sr.Manuel é um dos primeiros concessionários da Olá. Veio das Caldas da Rainha. A ele juntaram-se outros tantos, de idades e de zonas diferentes. De norte a sul, sem esquecer as ilhas, a Olá quis agradecer a quem faz chegar os seus gelados à mão do consumidor, sublinhando a sua importância para a experiência de consumo.

Foi na verdade uma tarde de emoção e uma noite de animação. Um aniversário onde estive presente com muita honra. Duplamente presente porque lá estavam também as minhas equipas: editorial, a fazer cobertura para o Imagens de Marca, e de branded&corporate contents, que produziu um dos filmes projetados nessa tarde. Partilho convosco esse filme, assinado pela Raquel Ramos, no guião, pelo Arnaldo Guedes na edição e pelo João Nunes nos Motion Graphics. A realização é de Luís Moura Leal e a Direção Executiva da Carla Viana.

São momentos como este que me fazem sentir feliz. Feliz a fazer o que faço. Por ter criado a empresa que criei. Por saltar as barreiras que salto. 

As marcas são parte da minha vida e fazem parte da minha vida. Tocam-me. Fazem-me rir e por vezes também chorar. Fazem-me sentir viva. Fazem-me ter vida. É por elas e com elas que continuo a crescer todos os dias. É para elas que tento fazer sempre mais e melhor. Assumo que sou apaixonada pelo seu mundo e que me envolvo com as suas histórias. E sim, deixo fluir os meus sentimentos. Porque os tenho e não tenho de os esconder. 

A marca Olá tem na minha vida um significado especial. Talvez poucos saibam que foi num evento da Olá, em 1998, que nasceu, na minha cabeça, o Imagens de Marca. Também nesse momento a marca me fez sentir que deveria haver um programa de televisão que pudesse mostrar o que eu estava a viver na apresentação do novo logo. Tudo começou aí. Era eu jornalista da revista Exame e estava em Vilamoura em reportagem. Recordo-me de ter pensado que por mais capacidade de escrita que tivesse, a palavra escrita nunca iria conseguir transmitir a emoção do som e da imagem daquela noite.

Nos seus 60 anos, a Olá fez-me viajar no tempo. Fez-me voltar a sentir tudo outra vez. Estava tão longe de imaginar que 21 anos depois estaria de novo num evento que me tocaria o coração como o fez dessa vez… Mas hoje, partilhei com a nossa diretora executiva, sentada ao meu lado na sala “hoje temos aqui as nossas equipas que estão a captar e a fazer acontecer o momento. Fazemos parte do momento”. E sorrimos. Juntas. Porque é assim que estamos na nossa empresa. Todos. Juntos e sempre com vontade de sorrir. (Partilho convosco excertos que captei com o meu telemóvel para entrarem no momento.)

Foi tão bom poder viver esta data com pessoas de quem gosto e que também fazem parte da minha vida. Recordar os jingles que a todos nos fizeram cantarolar ao longo destes anos. E fechar a noite com a música do Rui Veloso, aí sim, entregues ao que nos ia na alma. Porque a sua voz abafa a nossa e apenas o vizinho do lado percebe que estamos fora de tom de vez em quando. Não faz mal. Não temos de ser perfeitos. O que importa é que a vida sorri para nós nestes momentos. E nós devemos abraçá-la com força para que a sintamos com o coração. Com o nosso coração. 

As marcas são isto mesmo, emoção. E a Olá sabe tocar-nos há mais de 60 anos. Parabéns Olá! Contigo, a vida sorri.

Em breve teremos uma emissão especial para ver no Imagens de Marca. Fiquem atentos às nossas redes sociais.

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!