Cristina Amaro
Está a ler

Liderar com amor: Chief (in) love officer

0
A vida

Liderar com amor: Chief (in) love officer

Liderar com amor: Chief (in) love officer

Por Cristina Amaro

Escreveu a Maria José Martins, a minha Mizeca e nossa diretora criativa de conteúdos (que me acompanha nestas aventuras de criação de projetos desde 1999, ano em que fizemos juntas o curso de jornalismo televisivo), que sempre adotei um estilo de liderança baseado no amor, por intuição. 

Escreveu-o quando criou a sinopse de um novo formato que estamos a preparar para o arranque do novo ano. E prendeu-me com um sorriso a essas palavras. Sim, é verdade, pensei. Eu sempre geri com base na intuição e no amor. Amor ao que faço. Amor às marcas e empresas que fazem mover a economia. Amor à minha equipa. Amor aos meus… o amor sempre me moveu e foi ele que acabou por me levar para o mundo dos negócios. 

Love&Business. É assim que se vai chamar o meu novo programa no Empower Brands Channel, o canal oficial da Empower Brands Community, que terá também uma rubrica no Imagens de Marca. Amor e negócios que andam agora de mãos dadas neste novo ciclo que me leva a funções de maior responsabilidade na gestão da empresa e na causa de empoderamento que criámos. 

A partir de hoje a nova assinatura deste blog passará a contar com “uma Cristina” ainda mais apaixonada pelo que faz e pelos desafios que estão a surgir. Mais do que jornalista ou CEO (que para mim já o E era de entusiasta), sinto-me uma Chief Love Officer. E só não mudo tudo outra vez porque os cargos estão mais dentro de nós do que na assinatura que usamos para descrever as nossas funções. Essas sei que vão continuar a ser baseadas no amor. Porque é assim que sou. E porque é assim que gosto de ser.

No momento em que lançamos o novo site da causa de empoderamento de pessoas, marcas e empresas (www.ebc-community.pt ) e dias depois de termos aberto as portas da nossa nova casa onde todos os dias trabalhamos com tanta paixão, entro nos 51 anos de vida e este é mais um presente que dou a mim mesma: a concretização dos projetos em que acredito e que me movem. 

Dizem que a reciprocidade é o novo retorno do investimento e eu não posso estar mais de acordo com esta nova perspetiva sobre a gestão de negócios que está a ganhar força no pensamento estratégico de marcas internacionais. É uma nova corrente de liderança. E é nela que me revejo. 

Perante os desafios que enfrentamos é preciso olhar para as empresas e para as pessoas de outra forma. Com mais esperança. E isso é o amor que nos dá. Os líderes das empresas, de uma forma geral, continuam muito formatados para exercer o cargo com distância, frieza e até um certo autoritarismo. Algo que está cada vez mais desfasado da realidade do mercado e do mundo. E por isso é preciso inspirar uma mudança nesse estilo. 

O amor não é para os fracos. É preciso ter coragem para introduzir a palavra no ambiente de negócios. E eu tenho essa coragem. Porque ela faz parte de mim. É natural. O líder tem de colocar o amor no centro da estratégia de negócio, porque o amor é o superpoder da positividade e é com esta visão que se estão a refundar muitas das estratégias de marcas globais. 

Ser o rosto desta série vai ser mais um desafio para mim. Um desafio que entra numa nova fase da minha vida e que hoje faz todo o sentido. Ao Imagens de Marca juntarei também o Love&Business e ao meu dia a dia de gestão nunca retirarei a palavra que me alimenta a alma e me fez chegar até aqui. Vinda de uma pequena aldeia no concelho do Cartaxo e de uma família que a pulso foi construindo o que tem. Acima de tudo me fez chegar à pessoa que sou.

Sou uma mulher apaixonada pela vida e uma líder que defende que o amor deve estar todos os dias no centro das decisões. Orgulho-me disso e fico feliz por saber que se sente dentro da minha casa. Uma empresa começa a empoderar-se precisamente por aqui, onde o amor vence todos os obstáculos.

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!