Cristina Amaro
Está a ler

Coach Corporativo: uma nova tendência?

0
As marcas

Coach Corporativo: uma nova tendência?

Coach corporativo: uma nova tendência?

Por Cristina Amaro e Alexandra Delgado Figueiredo

Orgulho-me de ter sido uma das primeiras jornalistas a falar de coach em Portugal. Estávamos em 1998/99 e ainda não se falava da tendência no nosso país nem havia tantos “especialistas” na matéria como hoje se encontram … Lembro-me de ter entrevistado a Maria Duarte Bello  para a revista EXAME. Foi ela própria uma pioneira na matéria. Fizemos juntas um trabalho que mereceu destaque na edição. Recordámos isso há dias. E nem a propósito voltamos hoje ao tema. Desta vez a 4 mãos, minhas e da Alexandra.

O Coaching ganhou muita força e notoriedade nas organizações, uma vez que se trata de uma forte ferramenta de trabalho que potencia as competências dos profissionais de uma empresa. Na verdade, os resultados de qualquer organização dependem das pessoas. A adaptação às condições e particularidades de cada caso faz com que este processo de desenvolvimento se torne tão importante e decisivo. Porque é fundamental não esquecer que tal como não há pessoas iguais também não há instituições iguais.

Um Coach Corporativo é um profissional especializado em implementar uma cultura de alta performance dentro de uma empresa. É um processo individual e coletivo. Importa cada um dos colaboradores, pois são eles que formam o todo. E esse todo também importa – e muito – ser trabalhado. Este profissional escolhe o melhor método não só de acordo com o desenvolvimento humano como de acordo com a visão estratégica de negócios.

As instituições têm, cada vez mais, dado importância a este tema e investido nos colaboradores de forma a garantir uma melhoria nos resultados. Compreendem a realidade como um todo, com aspetos a melhorar, estratégias, projetos e mecânicas que devem ser tidas em conta a todo o momento. Há até empresas que contratam um coach interno, uma vez que a vivência naquilo que são os desafios diários de cada organização pode ser determinante.

A ideia de que o coaching corporativo é direcionado apenas para líderes ou pessoas com cargos de gestão ou direção começa a desaparecer. Deve passar por todos os colaboradores, por todos os níveis hierárquicos.

Do que temos lido, há também quem acredite que num futuro próximo os líderes serão coaches. E que o mercado cada vez mais irá procurar pessoas com essa habilidade ou com capacidades para a desenvolverem.

O coaching corporativo é uma grande tendência não só deste como dos próximos anos. Vamos dar-lhe mais atenção. Valerá a pena!

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!