Cristina Amaro
Está a ler

A Barbearia Jesus

2
As pessoas

A Barbearia Jesus

A Barbearia Jesus

Por Cristina Amaro e Alexandra Delgado Figueiredo

Quando decidi criar um blog o propósito era um: a partilha. De histórias. As minhas, as dos que me rodeiam e as dos que me chegam pelas linhas meio improváveis da vida … aquelas que não adianta contrariar, sabem?

Os blogs, as redes, o digital devem ser isto mesmo: um mundo de experiências em constante partilha. De todos para todos. Dos mais conhecidos para os menos conhecidos. E vice-versa. Todos temos uma história. Igualmente bonita. Todos carregamos pesos, angústias, momentos de felicidade, conquistas. Todos. Sem exceção.

Há uns dias, a propósito de um post aqui no blog sobre mulheres empreendedoras, recebi várias mensagens de pessoas com histórias semelhantes à minha. Ou completamente diferentes, mas onde havia um ponto (e o mais importante) em que se cruzavam: a vontade de fazer acontecer. Houve uma que me marcou em particular. Sobretudo, pelo seu lado improvável. Deixo-a hoje aqui. Porque merece, tal como tantas outras que recebo diariamente e que vou procurar, cada vez mais, partilhar com vocês.

A Sandra Jesus, natural da 2ª ilha mais pequena dos Açores, a Graciosa, tem 38 anos. Mudou-se há 15 anos para a Ilha de São Miguel, quando começou a trabalhar na área da Ação Social. Nunca sonhou ser barbeira, apesar de desde cedo cortar o cabelo à família e aos amigos. Era um hobby como qualquer outro. Até ao dia…

Dia esse, há 3 anos atrás, quando abriu a sua primeira barbearia, depois de tirar o curso em Lisboa. A falta de credibilidade no mundo das barbearias foi o que a fez enveredar por este caminho menos “provável”. Encontrou nesta área uma paixão que desconhecia até então. Foi aqui, segundo a própria, que encontrou a “motivação para todos os dias se levantar da cama e fazer mais e melhor”.

A Barbearia Jesus

Durante nove meses, trabalhava durante o dia na área da ação social e ao fim do dia até à noite trabalhava como barbeira. Quando conseguiu ter uma carteira de clientes abriu a sua primeira barbearia a tempo inteiro.
Passados 6 meses, devido ao facto de não conseguir dar resposta ao número de clientes que tinha diariamente, teve de contratar mais uma pessoa. Hoje em dia são três pessoas a trabalhar na Barbearia Jesus, incluindo o próprio marido da Sandra, que também se apaixonou pela área nos entretantos (o amor tem destas coisas, não é?). E sem esquecer as suas raízes, a cereja no topo do bolo: abriu outra barbearia na ilha graciosa, de onde é natural.

A Barbearia Jesus

Esta poderia ser uma história de sucesso banal como tantas outras. Mas esta história é mais … é a prova viva de que a vida corre melhor todas as vezes que decidimos sair da nossa zona de conforto. A Sandra, o marido e as duas barbearias são o exemplo disso mesmo. De que tudo é possível com trabalho, persistência e muito querer. Essencialmente, querer!

Gosto de histórias assim. Reais. Com alma e paixão. E onde a vontade fala sempre mais alto.

Deixe uma resposta

Follow @ Instagram

Siga-me!